"Um bom resultado é a vitória. O que nós queremos é ganhar"

"Um bom resultado é a vitória. O que nós queremos é ganhar"
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações de Luís Freire após o empate do Nacional frente ao Marítimo, por 0-0.

Marítimo: "O Marítimo esteve um bocadinho melhor na capacidade de ter a bola, estávamos a perder a bola rápido. Apesar de não terem criado quase nenhuma situação de perigo na primeira parte, acho que teve mais domínio territorial até aos 25 minutos. O jogo seguiu equilibrado, eles com mais bola e nós mais na organização defensiva. Após os 30 minutos, estivemos melhor, já acabámos a segunda parte de outra maneira, conseguimos chegar à baliza do adversário, com remates perigosos a aparecer".

Mudanças ao intervalo: "Ao intervalo, acabámos por alterar algumas coisas na dinâmica do meio campo, que nos permitiu ter um bocadinho de mais bola. Os jogadores assumiram e começámos a assumir completamente o jogo, na tentativa de chegar mais perto e com mais homens na baliza do adversário. Faltou um pouco de agressividade no último terço, fizemos alguns remates, mas não conseguimos marcar o golo que daria os três pontos. Na segunda parte, fizemos um jogo muito bem conseguido, com poucas oportunidades para o adversário, que estava a jogar em casa."

Equipa: "Sabendo que tínhamos muitos jogadores a serem lançados, penso que demos uma grande resposta, com uma grande atitude da equipa. Se continuarmos a evoluir e a melhorar o que fizemos na segunda parte vamos continuar a pontuar."

Resultado: "Um bom resultado é a vitória. O que nós queremos é ganhar. Como é lógico, isto é futebol, nós tínhamos três resultados possíveis, viemos defrontar um adversário que é forte em casa, e nós conseguimos dominar, ou pelo menos controlar durante 60 minutos. O adversário teve um ímpeto inicial, nós fomos contrariando, fomos ganhando confiança e acabámos por levar um ponto. Na minha opinião, pelo futebol produzido, podíamos ter levado os três pontos, mas é o futebol."