Premium Coordenador da formação do FC Porto contesta propostas astronómicas aos 12 e 13 anos

Coordenador da formação do FC Porto contesta propostas astronómicas aos 12 e 13 anos
Manuel Casaca (entrevista) / João Vieira (vídeo e edição)

Tópicos

ENTREVISTA (parte 2) - Os clubes portugueses têm colhido os frutos da aposta nos jovens e a Seleção também tem beneficiado. José Tavares garante, no entanto, que nem tudo está bem.

O FC Porto é um clube formador e o mesmo acontece com o país. O futuro do futebol português está assegurado?
- Vivemos em Portugal um momento muito interessante para o futebol português e para o futebol de formação. É um momento interessante porque parece que muitas coisas estão a correr bem, e cada vez temos mais jogadores com mais talento, temos jogadores portugueses no topo do mundo, a nossa seleção principal voltou a ganhar títulos, o FC Porto está sempre a discutir os lugares cimeiros da Liga dos Campeões, mas a formação requer bastantes cuidados a longo prazo. Para mim, é preocupante perceber que há um clube da capital que tem uma aposta desmedida e uma aposta cega na formação.