Premium "O que dizem das outras academias tem de passar-nos ao lado"

"O que dizem das outras academias tem de passar-nos ao lado"
Manuel Casaca (entrevista)/João Vieira (vídeo e edição)

Tópicos

ENTREVISTA (parte 2) - Orgulhoso pela conquista do campeonato e da Youth League, Mário Silva explica o que mudou, sem ter de olhar para as academias dos rivais.

Mal conquistou o título nacional disse que só no dia seguinte é que iria perceber a dimensão da dobradinha. Afinal, como foi o despertar?
- Foi um acordar feliz. Estava realizado depois de conquistarmos dois títulos importantes, um dos quais que nunca tinha sido conseguido por nenhum clube português. Na hora de festejar o título nacional estávamos todos muito excitados, porque conquistámos algo que parecia difícil para muitos, mas nós sempre acreditámos. Percebi que conquistámos algo inédito e que os nossos nomes ficaram gravados para sempre na história do clube. Já estávamos na história do FC Porto pela conquista da Youth League, mas depois da dobradinha foi ainda mais especial. Por isso é que só no dia seguinte é que percebemos a dimensão daquela conquista.