Afinal, Sporting vai aumentar salário de Coates

Afinal, Sporting vai aumentar salário de Coates
Duarte Tornesi/Filipe Alexandre Dias/Rui Miguel Gomes

Tópicos

Central de 29 anos procura reerguer-se da pior fase da carreira de leão ao peito e os dirigentes aguardam um período de maior acalmia para mexer nos 1,3 M€ livres de impostos que este aufere por ano.

A ideia da SAD era uma, agora é outra no que diz respeito ao processo de renovação de Coates.

Segundo O JOGO apurou, o elenco liderado por Frederico Varandas já admite rever em alta o vencimento do defesa-central uruguaio, que aufere cerca de 1,3 milhões de euros (M€) por ano livres de impostos, sendo que o vínculo laboral em vigor expira no final da temporada 2021/22.

Como o nosso jornal oportunamente deu conta, os dirigentes leoninos, numa primeira fase, apontavam para o aumento do contrato por dois anos, reduzindo ligeiramente o vencimento, que seria compensado com a extensão do vínculo, porém, perante o afastamento desse cenário por parte do atleta de 29 anos, os leões mudaram de estratégia.

Com efeito, até porque em curso estão os processos de alteração de vencimento de Acuña e Bruno Fernandes, os responsáveis do emblema de Alvalade estão agora abertos a integrar Coates nesse lote, ele que até dia 2 de setembro - último do período de transferências - poderia ter saído de Alvalade. Então, a SAD baixou as pretensões iniciais de 20 M€ em mais de 5 M€, à semelhança do que aconteceu com Bas Dost. Coates, esse, é um dos capitães de equipa e procura agora reerguer-se depois do pior período de leão ao peito, no qual, neste início de época, cometeu três grandes penalidades contra o Rio Ave e dois autogolos em jogos seguidos, perante o PSV Eindhoven e Famalicão.

Quando a estabilidade em torno do atleta for adquirida, a SAD avançará.