"Amanhã vai começar a exigência e a minha exigência só vai beneficiá-los"

"Amanhã vai começar a exigência e a minha exigência só vai beneficiá-los"
Redação com Lusa

Tópicos

Nuno Capucho estreou-se no Covilhã com uma vitória e diz que a equipa pode melhorar.

O novo treinador do Sporting da Covilhã, Nuno Capucho, considera que a equipa da II Liga pode jogar melhor e promete exigência.

"Acho que podemos fazer muito mais e, a partir de amanhã [domingo], vai começar a exigência, e a minha exigência só vai beneficiá-los, porque acho que eles podem jogar melhor", disse hoje o substituto de Daúto Faquirá, no final da vitória caseira por 2-1 frente ao Varzim.

Capucho fez apenas um treino com a formação serrana e frisa que, "quase não sabendo o nome de alguns jogadores", acredita "no caráter" e no "espírito guerreiro" dos que conhece e procurou, para a primeira partida à frente dos "leões da serra", transmitir confiança.

O novo técnico, que chegou ao Covilhã com a equipa no fundo da tabela classificativa, notou maiores debilidades no setor atacante, mas acentua querer primeiro conhecer o grupo para depois pensar em reforços.

"Só treinei uma vez. É uma situação que vamos ver e de que vamos falar. Se houver possibilidade de virem jogadores acrescentar algo à equipa, pode-se pensar nisso", sublinhou, vincando: "A equipa mostrou que pode dar mais qualquer coisa".

Segundo o timoneiro serrano, o que lhe foi pedido pelo presidente foi "tentar levantar esta malta".

Capucho adianta ter em mente melhorar a qualidade da equipa, para que os jogadores se possam evidenciar.

"Eles têm de acreditar que podem fazer melhor e que se a equipa crescer a nível coletivo, eles individualmente vão jogar melhor", enfatiza o antigo internacional português.

Nuno Capucho quer ter uma formação que consiga alterar comportamentos em função das dificuldades encontradas e salienta que o que pode prometer "é exigência".

"A única coisa que posso prometer é exigência, rigor, organização e dedicação", realçou o treinador.

O Sporting da Covilhã somou hoje o primeiro triunfo na edição 2020/21 da II Liga portuguesa de futebol, ao bater em casa o Varzim por 2-1, com reviravolta, depois de derrotas nas três primeiras jornadas, resultados que custaram o lugar a Daúto Faquirá.