Balizas e outros artigos do Trofense em leilão no Portal das Finanças

Balizas e outros artigos do Trofense em leilão no Portal das Finanças

Presidente do clube tinha assegurado que não permitiria a saída dos artigos do clube.

Artigos do Trofense, que milita na série B do Campeonato de Portugal, estão em leilão no Portal das Finanças, totalizando 3.687,15 euros mais IVA, tendo o presidente do clube assumido que os artigos serão recuperados.

Balizas, computadores, estantes, mesas, sofás, aparelhos de exercício físico são alguns dos muitos artigos que foram colocados no portal e que segundo a informação anexa poderão ser examinados pelos interessados entre os dias 15 de outubro e a primeira semana de novembro.

Em 28 de fevereiro, a Autoridade Tributária efetuou uma penhora de bens do clube do distrito do Porto após se verificar o incumprimento de seis prestações do Plano Especial de Recuperação (PER) e do Plano de Insolvência.

O Trofense fora declarado em novembro de 2006 insolvente pelo Tribunal de Santo Tirso e tem 13 anos para pagar cerca de 1,5 milhões de euros, reagindo o clube com a entrega de um PER.

O crédito reclamado ultrapassa os 7,86 milhões de euros, 73 por cento dos quais em nome individual ou através de empresas relacionadas com a sua família, pelo antigo presidente, Rui Silva, dirigente que liderava o clube na época em que este militou no escalão principal do futebol português.

Obrigado, desde então, a pagar 150 prestações, "de 2800 euros mais 6000 euros mensais", segundo o presidente do Trofense, Franco Couto, então em declarações à Lusa, por dividas do clube e da Sociedade Unipessoal por Quotas (SDUQ), o não pagamento nos últimos seis meses desses valores determinou a visita dos agentes fiscais.

"Não vou permitir que os artigos saiam do clube", assegurou à Lusa Franco Couto, que disse "ter conseguido um acordo com a Segurança Social" para saldar a verba em dívida em "prestações pagas a cada quinze dias".