Pendura as luvas após 20 épocas e recorda o episódio dos baldes e escadote

Pendura as luvas após 20 épocas e recorda o episódio dos baldes e escadote

Pedro Albergaria passou por uma dúzia de clubes e retirou-se ao serviço do Vizela.

Chegou ao fim no passado domingo a carreira de Pedro Albergaria, guarda-redes do Vizela que vai pendurar as luvas aos 38 anos. Para trás fica um percurso, enquanto sénior, iniciado no Boavista em 1999 e que se prolongou durante 20 épocas. O momento alto aconteceu enquanto júnior. "Cumpri muitos sonhos e conquistei algumas coisas incríveis, como o Europeu sub-18 de 1999. Além disso, fui campeão de iniciados e juniores pelo meu clube de sempre, o Boavista, onde subi a sénior", recorda.

O guardião não esquece um episódio passado no Feirense em 1999/2000. "O treinador do Feirense era o Gabriel Mendes, uma pessoa muito humilde. Um dia chamou os dois guarda-redes ao gabinete. Saiu e reentrou com dois baldes e um escadote e disse que íamos lavar as balizas, que estavam sujas. Ele foi o primeiro a subir ao escadote", lembrou.

Albergaria esteve um ano a recuperar de uma rotura total do tendão rotuliano para se retirar condignamente. "Lesionei-me a 6 de maio do ano passado e, na altura, disse logo ao fisioterapeuta que a minha carreira tinha acabado. Ao fim de algum tempo, decidi recuperar para me despedir pelo meu próprio pé", contou.