Nice despede jogador de 18 anos por ter roubado relógio de colega

Nice despede jogador de 18 anos por ter roubado relógio de colega

Lamine Fadiga admitiu ter roubado o relógio de Kasper Dolberg.

O Nice rescindiu contrato com o jovem futebolista Lamine Diaby Fadiga, de 18 anos, por ter roubado o relógio do colega de equipa Kasper Dolberg, informou esta terça-feira o clube da Liga francesa.

"Trata-se de uma rescisão com efeito imediato. Não podemos tolerar este tipo de comportamento", pode ler-se no comunicado divulgado pela Direção do clube francês.

O próprio jogador reconheceu a semana passada aos responsáveis do clube ter sido o autor do roubo do relógio no valor de 70 mil euros pertencente ao avançado dinamarquês Kasper Dolberg, que ocorreu a 16 de setembro último no balneário da equipa profissional do Nice.

O jovem atacante, natural de Grasse (Alpes Marítimos) e formado no Nice, apresentou desculpas ao seu colega de equipa e prometeu reembolsá-lo no valor do relógio.

A rescisão do contrato não deve, porém, deixá-lo muito tempo inativo e já se fala na possibilidade de ingressar na equipa do Paris FC, atual último classificado da II Liga francesa.

No sábado passado, durante a partida Nice-Lille, que terminou empatado a um golo, os adeptos do Nice exibiram uma faixa em que se podia ler: "Lamine, chega a horas ao Centro de Emprego!"