Mourinho: "Se tivesse continuado no FC Porto ou Inter podia ter 31 títulos"

Mourinho: "Se tivesse continuado no FC Porto ou Inter podia ter 31 títulos"

Treinador português desvaloriza ultrapassagem de Pep Guardiola, que com o título da Premier League no Manchester City chegou aos 26 troféus

Ainda sem clube, José Mourinho continua bem atento ao que se passa no futebol e, em entrevista ao "L'Équipe", desvalorizou o facto de ter sido ultrapassado por Pep Guardiola em números de troféus na carreira. O treinador espanhol chegou aos 26 com a última Premier League conquistada pelo Manchester City, enquanto o "Special One" soma 25. Mas segundo o técnico português, tudo poderia ser diferente se tivesse optado por continuar no FC Porto e Inter.

"Se me magoa? Não, não, recorda-me que estou com 25 troféus. Quando ganhei a Champions com o FC Porto e o Inter, se tivesse continuado nesses clubes na época seguinte tinha disputado a Supertaça europeia, o Mundial de Clubes, as Supertaças nacionais e podia ter 31 títulos. Talvez não esteja tão focado nos números", afirmou Mourinho.

Outro ponto abordado pelo treinador português foi o chamado "síndrome do terceiro ano", tendo em conta que, por hábito, não fica mais de três épocas num clube. "Os jogadores podem sentir algum desgaste. Especialmente quando lhes pedes muito. Quando tens um grupo de trabalho muito profissionais, muito ambicioso, trabalhador, talentoso e um clube estruturado, não tens esse desgaste. Quando estás quase sozinho e não tens o apoio de um clube no seu todo, alguns jogadores acabam por ir um pouco ao contrário do treinador. Não quero ser um bom rapaz, porque o bom rapaz, após três meses, passa a fantoche e não acaba bem. Mas também não deves ser sempre negativo. Temos de procurar esse equilíbrio", explicou Mourinho.