Arsenal vira-se para Carrasco, mas chineses e o salário não facilitam

Arsenal vira-se para Carrasco, mas chineses e o salário não facilitam

Extremo belga atua no Dalian Yifang e tem a porta do regresso à Europa aberta.

O Arsenal não pretende entrar em loucuras no reforço do plantel à disposição de Unai Emery para 2019/20, mas pretende contratar o belga Yannick Ferreira-Carrasco, que atua nos chineses do Dalian Yifang.

Contudo, as negociações não estão a correr de feição aos "gunners". O jornal Evening Standard revela que a formação asiática exige o pagamento de 28 milhões de euros, valor que foge às pretensões do clube londrino, que planeia gastar uma verba inferior a 50 milhões no mercado de verão.

O salário que Carrasco aufere na China também não ajuda: são cerca de nove milhões de euros por temporada e o Arsenal já sabe que o extremo não pretende baixar a verba. Como tal, o emblema da Premier League está a estudar vias alternativas para garantir o concurso do internacional belga, que também é cobiçado pelo Bayern Munique.