Pedro Portela: a eficácia perfeita num dia histórico do andebol português

Pedro Portela: a eficácia perfeita num dia histórico do andebol português
Lusa

Tópicos

Portugueses venceram o agrupamento, com seis pontos, mais dois do que a Islândia e mais quatro do que a também apurada Argélia, com Marrocos sem pontuar.

Portugal concluiu a fase preliminar do Campeonato do Mundo, no Egito, com uma terceira vitória esclarecedora em outros tantos jogos do Grupo F, desta vez frente à Argélia (26-19).

Após vencer a Islândia (25-23) e Marrocos (33-20), a equipa comandada por Paulo Jorge Pereira voltou a exibir-se a um bom nível e ao intervalo já vencia por cinco golos de diferença (14-9), apesar de nos primeiros minutos ter permitido ao adversário liderar (2-0).

Os "heróis do mar", que hoje tiveram no ponta Pedro Portela, com uma taxa de eficácia de 100%, o melhor marcador (quatro golos), venceram o agrupamento, com seis pontos, mais dois do que a Islândia e mais quatro do que a também apurada Argélia, com Marrocos sem pontuar.

Dezoito anos depois da última aparição num Mundial, Portugal vai iniciar a ronda principal com quatro pontos, fase para a qual são transferidos os pontos nos encontros entre as equipas apuradas.

Os islandeses jogaram mais tarde com Marrocos para 'selar' a passagem com um triunfo (31-23), num encontro em que Olafur Andres Gudmundsson e Viggo Kristjansson, com seis golos cada, foram os jogadores em destaque.

Um registo 100% vitorioso foi alcançado pela França no Grupo E, mas na última ronda teve de "suar" perante a Suíça, liderada pelo veterano central Andy Schmid, autor de 10 tentos, para vencer pela diferença mínima (25-24), enquanto a vice-campeã mundial Noruega "passeou" frente à última classificada e sem qualquer ponto, a Áustria (38-29).

O jogador de primeira linha Sander Sagosen, com nove remates certeiros, voltou a ser o "motor" dos noruegueses, que passam à fase seguinte no segundo lugar, atrás dos líderes gauleses e à frente da terceira classificada Suíça.

De nada valeram as boas exibições dos chilenos Esteban Ceballos, Rodrigo Salinas ou Erwin Feuchtmann, com sete golos cada, diante da Macedónia do Norte, que está na "main round", depois de ter vencido por 32-29 a seleção sul americana.

O Chile termina sem pontos no último lugar da "poule" G, na qual a Suécia, que fez o pleno tal como Portugal, e o anfitrião Egito acabaram qualificados.

No duelo de hoje entre suecos e egípcios, os nórdicos tiveram dificuldades para travar o ímpeto dos africanos e foi nos instantes finais do jogo que confirmaram o triunfo a seu favor pela margem mínima (24-23).

A Federação Russa de Andebol somou o segundo triunfo e consequente liderança no Grupo H, desta vez diante da seleção mais fraca, a Coreia do Sul (30-26), e segue para a ronda principal, juntamente com a segunda colocada Eslovénia e terceira classificada Bielorrússia, que hoje se defrontaram.

Liderados pelos jogadores do FC Barcelona, o ponta Blaz Janc e o lateral Jure Dolenec, com oito e nove golos, respetivamente, a Eslovénia imperou (29-25) perante um conjunto que chegou a ter uma vantagem de seis golos no primeiro tempo, mas permitiu a recuperação no segundo.

Os três primeiros classificados de cada grupo da ronda preliminar qualificam-se para a ronda principal, enquanto os quartos e últimos classificados são relegados para a disputa da Taça Presidente.

Na ronda principal, os dois primeiros classificados de cada grupo qualificam-se para os quartos de final.