Paulo Jorge Pereira: "Vamos pensar em coisas quase impossíveis"

Paulo Jorge Pereira: "Vamos pensar em coisas quase impossíveis"
Redação

Tópicos

Declarações do selecionador português, Paulo Jorge Pereira, após a vitória de Portugal frente a Marrocos (20-33), no Mundial'2021.

Jogo: "Estou feliz com o resultado, especialmente com o resultado. O início do jogo não foi muito bom, mas para nós a parte boa é que resolvemos o problema, lutámos pela vitória e vamos continuar. Temos mais um jogo, frente à Argélia, este jogo sim é muito importante para nós porque se vencermos vamos com 4 pontos para a fase seguinte. Por isso, estamos muito felizes."

Objetivo: "Toda a gente tem um sonho, nós também temos um sonho. Neste caso, o primeiro sonho é passar para as oito melhores equipas. Como estamos na próxima fase, quando passarmos para o grupo com França, Noruega e Suíça, é um grupo muito forte e apenas duas equipas passam, para nós isso já é um sonho. Mas se conseguirmos fazer isso, vamos pensar em coisas quase impossíveis, mas acreditamos que passo a passo será possível. Mas há vários fatores, uns conseguimos controlar, outros não. Não controlamos a sorte e muitas coisas, mas vamos tentar fazer o nosso trabalho e competir a um alto nível e continuar a sonhar até ao final."

Exibição: "O que eu fiz foi proteger os jogadores para evitar superar a defesa só com duelos um contra um e pôr em risco a saúde dos nossos atletas. De qualquer maneira, até certo ponto, resultou o 7 contra 6, simplesmente não conseguimos concretizar. Foi parecido como que aconteceu com a Islândia. Criámos situações, mas não conseguimos marcar golo. Não entrámos com aquela energia que é necessário entrar, mas ao intervalo demos conta disso e recuperámos a energia necessária. Estou muito satisfeito com mais uma vitória e o conseguir estar na fase seguinte. Nós agora já nem ficamos muito contentes quando passamos à fase seguinte. Isto é bom sinal, é sinal que já estamos a pensar mais à frente. Agora é uma coisa de cada vez. A seguir vem a Argélia, uma equipa mais difícil que Marrocos, vamos ter de entrar de outra maneira e entraremos. Entrar com 4 pontos na fase seguinte, ficamos muito bem classificados, mas mesmo assim será um osso muito duro de roer."

7 contra 6 está a correr mal, motivo?: "Foi o guarda-redes deles que defendeu. Esse é o motivo"

O que mudou na segunda parte?: "O guarda-redes deles não defendeu"

Portugal já está no Main Round. E agora?: "Agora é continuar como até aqui. A tentar. Ainda temos a Argélia, já estamos no main round, mas ainda não estamos a pensar nisso. Neste momento vamos focar toda a atenção na Argélia."

O que disse aos jogadores ao intervalo?: "Disse a mesma coisa que disse no início do jogo. Nós identificámos logo que o problema estava na eficácia do guarda-redes."