"Da forma que jogámos e com aquela entrega vamos à Ronda de Elite"

"Da forma que jogámos e com aquela entrega vamos à Ronda de Elite"

Jorge Braz, selecionador de Portugal, falou após a derrota por 1-0 num particular com a Espanha.

Análise: "Foi um bocadinho daquilo que se passou ontem [segunda-feira], mas tivemos uma entrega fantástica. Procurámos situações diferentes e chegámos lá algumas vezes com risco e ambição. Vi coisas muito positivas, independentemente do resultado. O que faltou nestes dois jogos? Do ponto de vista de organização e de pensar o jogo, o futsal português está bom. O nosso trabalho é esticar ao máximo as qualidades e as potencialidades que temos. Depois, são as coisas simples do jogo: finalização, decisão no último terço, mas esses elementos irão aparecer quando tiverem de aparecer. No Europeu fomos de longe a equipa com mais golos marcados, por isso não é por aí. Na qualificação os golos vão lá estar, de certeza."

Mágoa por não ganhar?: "Claro que fica, mas ficam muitas decisões minhas a olhar para a preparação. Claro que muitas vezes queremos ganhar, mas também não me desvio de preparar muito bem o que queremos. Nem sempre é fácil seguirmos os objetivos da linha de preparação que queremos. Nós queremos muito dentro de um mês vencer o grupo com nove pontos e passar em primeiro para estarmos na Ronda de Elite. Da forma que jogámos e com aquela entrega, não duvido nada disso."

Pouco tempo de preparação?: "É o que temos e não podemos arranjar desculpas. A jogar bem ou mal, todas as seleções têm uma identidade e isso não caiu. Vamos ter mais dias na preparação para a Ronda de Elite. Aqui foram poucos dias, mas estamos cá para ser uma equipa a sério na mesma e acho que fomos."