Premium "Fora de jogo"? Eu arrisco: justiça civil q.b., justiça desportiva nenhuma

"Fora de jogo"? Eu arrisco: justiça civil q.b., justiça desportiva nenhuma

Um bando de aldrabões aos quais, já agora, ela própria continuará a querer pertencer duas vezes por semana, para descomprimir. É o que tem protegido (se disso se pode falar) a modalidade.

A ver se eu percebo: a PJ deteta indícios de corrupção no Benfica, mas o Benfica já foi ilibado nas instâncias desportivas; houve um murro no Belenenses SAD-FC Porto, há até um vídeo para demonstrá-lo, mas não serve para efeitos probatórios; o Sporting foi palco de um ato terrorista, mas o julgamento de Alcochete pode condenar quem condenar que o clube não sofre mais do que já sofreu; afinal, os insultos racistas a Marega ainda não foram sancionados, mas, de qualquer modo, o V. Guimarães dificilmente incorrerá em punições de monta - mesmo interdições -, porque, para isso, teria de ter estimulado os adeptos a chamar nomes ao jogador.

É assim? Então, o que devemos esperar desta megaoperação contra a fraude fiscal a que as autoridades deram o apropriado nome de "Fora de jogo"? Eu arrisco: justiça civil q.b., justiça desportiva nenhuma.