"A bola é redonda e às vezes não ganha o melhor"

"A bola é redonda e às vezes não ganha o melhor"

Numa entrevista à Jornal Económico TV, José António dos Santos - Maior acionista individual da SAD do Benfica- disse ainda acreditar no título de campeão

Maior acionista individual da SAD do Benfica, com uma participação que, direta e indiretamente, atinge os 14,25 por cento, José António dos Santos, presidente do Grupo Valouro - com esta empresa, e entre os seus familiares, a participação atinge os 16,35% -, defende a aposta na formação, sendo que Jorge Jesus tem sido por vezes visado por não dar muito espaço a jovens da "cantera".

Numa entrevista à Jornal Económico TV, abordou a sua participação na SAD do Benfica e explicou: "Comprei as ações quando estavam muito baixas. Fi-lo por duas razões: por ser benfiquista, de coração, mas também como investimento. As ações estavam demasiadamente baixas. Uma ação de 5 euros a ser comprada por 1 euro e picos... Foi realmente uma das grandes razões."

Como adepto, ainda sonha com o título. "O Benfica não tem estado muito bem... agora parece que já está. Ainda podemos ser campeões [risos]. É difícil mas ainda podemos. Enquanto a matemática não falhar. O Braga afastou-se mais dois pontos, ficou a três", disse, falando de um "campeonato muito difícil". "Vai ser muito difícil fazer uma previsão dos jogos porque vão sair erradas às vezes. Será um dos últimos campeonatos que mais apertado será", afirma, analisando a época das águias: "Na minha opinião começaram muito bem. Começaram em queda com a derrota com o Boavista por 3-0. Foi realmente o primeiro sintoma de queda. Depois tivemos o grande azar de, entre jogadores e staff, 18, 19 apanharem covid-19. A partir dali houve um desmoronamento da equipa. Perdia ou empatava com quase todos os clubes. Felizmente isso passou. Na minha opinião, o Benfica é a equipa que agora melhor joga futebol em Portugal. Vamos ver. A bola é redonda e às vezes não ganha o melhor."