Recusou contrato com o Benfica na esperança de ir para Inglaterra: "Ainda hoje sinto muito"

Recusou contrato com o Benfica na esperança de ir para Inglaterra: "Ainda hoje sinto muito"

Lateral-direito recusou assinar contrato profissional com o Benfica, mas diz ter sido enganado por um empresário.

Pedro Eugénio, lateral-direito que cumpriu o final da sua formação no Benfica, revelou ao portal "Vesti" ter recusado uma proposta de assinatura de contrato profissional de quatro anos com o emblema encarnado, apresentada por Rui Costa - na altura responsável pela formação -, ao ser enganado por um empresário, que lhe prometeu levá-lo para o Tottenham.

"Depois disso, aquele empresário nunca mais me respondeu aos telefonemas", começou por afirmar.

"Esperei várias semanas, mas estava psicologicamente arrasado. Recusei o Benfica e depois não pude mais ficar lá. Ainda hoje sinto muito, mas é a vida", concluiu Pedro Eugénio, agora ao serviço do Taraz, do Cazaquistão.

O lateral-direito representou a formação do Benfica entre 2006 e 2009, rumou a Messinense, Louletano e Farense antes de se mudar para os búlgaros do Beroe. Ainda regressou a Portugal e ao Farense, em 2014, mas no mesmo ano voltou à Bulgária e desde então foi somando passagens por vários clubes.