"Ficou a forma como a equipa reagiu e jogou olho no olho frente ao Braga"

"Ficou a forma como a equipa reagiu e jogou olho no olho frente ao Braga"
Cristina Aguiar

Tópicos

Declarações do treinador do Boavista, Jesualdo Ferreira, após a derrota caseira (1-4) frente ao Braga, para a jornada 11 do campeonato.

Para Jesualdo Ferreira, "quando se perde por estes resultados, não há muitas explicações", ainda assim, reteve algo de significativo, que poderá ser um ponto de partida para a recuperação classificativa. "O que ficou foi a forma como a equipa reagiu e jogou olho no olho frente ao Braga, que é muito forte", apontou, reconhecendo que os "primeiros 20 minutos marcaram o jogo a favor" do adversário, que "teve mérito na forma como chegou aos golos".

Em relação a este aspeto, Jesualdo Ferreira detetou que "o último jogo em Paços deu alguma confiança, o que fez com que a equipa entrasse de peito aberto, por isso distraiu-se um pouco na forma como sofreu os golos."

De qualquer forma, Jesualdo sente que os "jogadores têm condições para jogarem melhor" e já identificou o que quer melhorar. "Temos de garantir mais equilíbrio, maior consistência defensiva, ser mais objetivos na procura do golo", descreveu, considerando essencial a "estabilidade emocional" para que possam interpretar o que pretende e superar "a fase de desconfiança" para garantir resultados.