Lito Vidigal antes do Boavista-FC Porto: "Estive três jogos afastado e não sei porquê"

Lito Vidigal antes do Boavista-FC Porto: "Estive três jogos afastado e não sei porquê"

Lito Vidigal, treinador do Boavista, fez a antevisão ao duelo de domingo com o FC Porto.

Adversário: "Não existem momentos ideias para vencer o FC Porto. Temos de dar uma boa resposta contra um bom adversário forte, um candidato crónico ao título. Todos os pontos são difíceis de conquistar, mas contra adversários deste calibre é ainda mais difícil. Temos de acreditar e disputar o jogo palmo a palmo, com a intenção de vencer. Eles são mais fortes do que nós, mas coletivamente temos de equilibrar, só assim podemos vencer."

FC Porto jogou a meio da semana: "Falámos quando nos interessa. Dizemos que fazer jogos de três em três dias é demais. Mas se interessar, dizemos que já é suficiente para recuperar. Nós não falamos disso. Pensámos no jogo, e queremos ser competitivos tendo em mente que é possível vencer.

Castigo: "Estive três jogos afastado e não sei porquê. Mas respeito as decisões e agora é continuar a trabalhar. É importante estar no banco. É claro que o trabalho é desenvolvido nos treinos, mas há pequenos ajustes e decisões no momento e é importante estar no banco. Acho que os treinadores nunca deviam sair do banco."