A reação de Carvalhal ao desejo que Salvador expressou a O JOGO

A reação de Carvalhal ao desejo que Salvador expressou a O JOGO
Melo Rosa

Tópicos

António Salvador, presidente do Braga, disse, na entrevista ao jornal O JOGO publicada esta terça-feira, que conta renovar com Carlos Carvalhal em breve e que pretende que "fique muitos anos".

Na antevisão do jogo com o Benfica, para as meias-finais da Taça da Liga, o treinador do Braga, afirmou:
"É o menos importante. Reporto ao Sheffield Wednesday. Assinei por um ano, com possibilidades de sair e depois não saí porque estava realizado. Há três vetores que para mim são importantes: o presidente estar satisfeito, os jogadores gostarem do meu trabalho e a massa associativa estar contente. Se estes três vetores convergirem, não é o dinheiro que me faz mover. O que digo é que estarei aqui até estes três vetores convergirem. Pode durar uma semana, um mês, um ano ou dez anos. Dou sempre o meu melhor, tenho pena de abandonar um ou outro clube, mas o futebol é inevitável. No Sheffield Wednesday li recentemente que um dos maiores erros históricos foi o despedimento da nossa equipa técnica, que depois o clube nunca mais se encontrou".

Vencedor da Taça da Liga tem de assumir esse estatuto na final-four?
"Remeto a minha resposta para a excelente entrevista ao jornal O JOGO de António Salvador, uma pessoa consciente, situa o Braga no panorama do futebol português, seremos sempre outsiders. Mas os outsiders lutam dentro do campo e, aproveitando os grandes não estarem no melhor o Braga conseguiu passar-lhes a perna. E é isso que o Braga vai continuar a ser. Não nos retira uma ponta de ambição e vamos sempre com intenção de vencer, agora contra um grande Benfica, um excelente treinador e uma grande equipa".