Sá Pinto entre o sucesso europeu e um lamento: "Ultimamente, é isto..."

Sá Pinto entre o sucesso europeu e um lamento: "Ultimamente, é isto..."

Treinador do Braga realça a fantástica campanha europeia do Braga depois do triunfo por 3-1 frente ao Besiktas.

O jogo: "Tornámos o jogo fácil porque entrámos muito pressionantes, muito concentrados, determinados a impor o nosso jogo, desde o início, a não deixar que o adversário nos fizesse aquilo que nos fez nos primeiros 15 minutos lá. Foi esse o segredo, penso eu, o não deixar o adversário sentir que podia ganhar ou que podia ser superior. Retirar-lhe a bola era fundamental, porque é uma equipa que se sente muito confortável com bola e que não gosta muito de correr sem bola. Nós sabemos disso e, mais uma vez, fomos muito competentes. Fomos uma equipa que jogou com grande inteligência, grande sabedoria, com alma, com organização também e, estrategicamente, fomos perfeitos".

Golo sofrido: "É o que tem acontecido à nossa equipa. Ultimamente, é isto: vão lá uma vez, é um golo; vão lá uma vez, um golo... Um treinador também vê este filme e sabe que os jogadores sentem que isto, infelizmente, está a acontecer. É uma fase, espero que tenha acabado hoje, porque eles merecem muito mais. A equipa esteve sempre equilibrada, bem organizada. Esteve segura, também muito forte nos duelos, quer na primeira quer na segunda bola, em que eles também são muito fortes. Foi imerecido, aquele golo. É uma situação que acontece um com um ressalto aqui, uma bola ali, e depois há mérito do próprio jogador, que simulou, tirou um adversário da frente e colocou bem a bola. Há que dar-lhe mérito, também por isso é que está no Besiktas. Foi uma pena termos sofrido um golo, mas, soubemos reagir a uma adversidade que já vem de trás e que nos tem custado caro. Desta vez, não custou e estamos com muito mérito no primeiro lugar deste grupo.

Campanha: "Estamos a fazer uma campanha extraordinária, não só para o futebol português, para o Braga, para a sua massa associativa, para a própria equipa, portanto, estes pontos são importantes para que possamos pôr mais equipas nas competições europeias. Até nisso está a ajudar e estamos muito contentes".

O ponto que falta: "Vamos ser positivos. Sou uma pessoa positiva, acredito nas coisas boas e luto por elas. Acho que o que fizemos até aqui nos irá permitir fazer esse tal ponto ou mais para podermos garantir a passagem à fase seguinte".