"Tenho de rever as coisas, é muito difícil gerir esta situação"

"Tenho de rever as coisas, é muito difícil gerir esta situação"

Declarações de Sá Pinto após o empate do Braga com o Famalicão, por 2-2.

Justificação para o empate: "Não encontro. Como deve calcular não encontro. Está tudo muito quente. Fizemos um bom jogo, a primeira parte foi muito boa, tivemos várias oportunidades, um penálti que ainda não sei se foi ou não, mas tenho informação de que foi. Na segunda parte vínhamos para fazer o golo o mais cedo possível e não se percebe aquele golo ali. Nós que somos uma equipa forte a nível de equilíbrios... Não se percebe. O Famalicão depois fechou-se e é normal, a jogar com menos um. Fizemos de tudo para dar a volta ao marcador, mas pronto. O jogo está fechado. A equipa também tem tido uma carga de jogos incrível. Não há muito mais a dizer. Olha não sei. Tenho de rever as coisas, é muito difícil gerir esta situação para mim também. Fico desiludido. Acredito muito nesta equipa, mas ainda não demos o clique na Liga. Faltam muitas jornadas, mas temos é de ganhar agora para ficarmos mais perto do nosso objetivo. Estou muito desiludido. A equipa foi séria, trabalhou, teve momentos de qualidade, mas não conseguimos guardar estes três pontos".

Desilusão: "Pelos resultados na Liga porque o público quer vitórias e nós também. Queremos subir na tabela. Claro que compreendemos os adeptos, eles querem o melhor para o Braga, estão ansiosos para lutar com os três grandes pelos primeiros lugares. A nossa vontade é igual à deles naquilo que é a ambição de sermos melhores, de lutarmos com os melhores. A equipa entrou forte, criou, ficámos em superioridade numérica, tinha tudo para ser um jogo perfeito, mas olha, não foi".