"Temos alguns jogadores que saíram há 48 horas de quarentena"

"Temos alguns jogadores que saíram há 48 horas de quarentena"

Rui Almeida, treinador do Gil Vicente, falou ao jornalistas depois da vitória, por 1-0, diante do Portimonense, na segunda jornada da I Liga

Sobre o jogo: "Depois de todos estes acontecimentos das últimas três semanas [18 casos de covid-19 no clube de Barcelos], houve superação mental face a tudo o que se tinha passado, superação física, depois dos jogadores terem sido obrigados a trabalho individual, que não é igual. Os meus parabéns a eles, por se mostrarem assim, num jogo que seria difícil. Era importante entrar bem.

O golo: "Antes do penálti, tivemos duas ou três ocasiões claras para golo. Foi muito importante para a confiança da equipa [Dénis ter defendido o penálti]. Reagimos bem a esse momento. Pegámos no jogo novamente. Nos minutos finais, foi uma situação diferente. Deveríamos pressionar mais o portador de bola e não permitir o jogo direto deles. Nestas cinco semanas de trabalho, trabalhámos três. A equipa está em crescimento e houve jovens que acabaram de chegar. Queremos passar as ideias à equipa o mais rapidamente possível."

A quarentena: "Hoje, temos ao nosso dispor ferramentas para chegarmos à informação. Faz parte do nosso trabalho pensar o jogo para atacar o adversário da forma mais forte possível. Mas eu peço sempre mais da minha equipa do que do adversário. Tínhamos algumas limitações. Temos alguns jogadores que saíram há 48 horas de quarentena. Queríamos criar alguma incerteza quanto à nossa saída de bola."

De regresso;: "Estou feliz pelo regresso [ao futebol português]. Entrar bem é sempre fantástico e trabalhar sobre vitórias dá confiança aos atletas. A minha carreira foi construída sempre a pulso. É um orgulho chegar a esta casa, numa região em que tenho raízes familiares. Em relação ao Samuel [Lino] e ao Antoine [Léautey], são jovens e têm muita qualidade. Estamos cá para os ajudar a serem o melhor possível. Vamos ajudá-los a crescer. O individual não é importante se o coletivo não tiver sucesso. Hoje, tivemos sucesso. Eles trabalharam muito para a equipa".