Dois casos no Moreirense: uma renovação encaminhada, outra nem tanto

Dois casos no Moreirense: uma renovação encaminhada, outra nem tanto

Renovação do médio Fábio Pacheco está bem encaminhada, já a de Rafael Martins é uma incógnita.

O Moreirense mantém o interesse na permanência de Fábio Pacheco e de Rafael Martins, mas os contactos estabelecidos com os dois atletas ainda não resultaram em qualquer acordo, pelo que o diálogo entre as partes vai prosseguir.

Os cenários são, contudo, diferentes. Enquanto as negociações com o médio continuam a evoluir de forma favorável e as expetativas apontam para que, em breve, haja fumo branco, já em relação ao ponta de lança apenas foi manifestada a vontade na sua continuidade. Ou seja, clube e jogador ainda não se sentaram à mesa para começar a discutir as condições da prorrogação do vínculo, isto sem esquecer que, apesar da conhecida ligação afetiva aos cónegos, o brasileiro tem propostas de alguns clubes estrangeiros, nomeadamente da Arábia Saudita, Turquia e Rússia.

A intenção de o Moreirense querer manter nos seus quadros Fábio Pacheco e Rafael Martins está a suscitar expectativas e configura um quadro novo, dado que nas últimas três temporadas o clube, por uma ou outra razão, apenas renovou contrato com o brasileiro Néné, em 2019/20. D"Alberto, Afonso Figueiredo, Alex Soares e Pedro Nuno, em final de contrato, estão de saída do clube minhoto, assim como os emprestados Ferraresi (Manchester City, Inglaterra) e David Simão (AEK Grécia).

Entretanto, o regresso do Moreirense ao trabalho está marcado para o dia 28. A primeira semana será preenchida com exames médicos, intercalados com treinos, e na segunda haverá um estágio em Ofir.