Matheus Silva na porta de saída do Moreirense

Matheus Silva na porta de saída do Moreirense

O lateral direito perdeu espaço e deve ser emprestado ou transferido a título definitivo.

Matheus Silva deve deixar o Moreirense ainda durante este período de mercado, por empréstimo - tem contrato até junho de 2023 - ou em termos definitivos. Este é o cenário em perspetiva face à prioridade estabelecida pelos minhotos de contratar um lateral direito, poucos dias após a aquisição dos serviços de Rodrigo Conceição, cedido pelo FC Porto, e que chegou com dois jogos de castigo para cumprir.

Significativa foi também a ausência do brasileiro na equipa que defrontou o Penafiel, da Taça da Liga, jogo em que não saiu do banco e viu o médio Rúben Ismael desempenhar com nota positiva as suas funções, adaptação que, de resto, já fora ensaiada em dois jogos de preparação.

O lateral direito, 23 anos, despertou a atenção dos cónegos enquanto jogador do Farense, que representou há duas épocas, por empréstimo do Bahia, do Brasil. No Moreirense, na época passada, fez 12 jogos na Liga, sete dos quais como titular. Ontem, os minhotos efetuaram dois treinos.