"Não gostamos de falar de arbitragens e dos erros dos outros"

"Não gostamos de falar de arbitragens e dos erros dos outros"

Declarações de Vasco Seabra após o Moreirense-Santa Clara (1-2), jogo dos oitavos de final da Taça de Portugal, disputado no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos:

Sobre o jogo: "Penso que o jogo na primeira parte foi equilibrado. O Santa Clara esteve melhor do que nós numa ou noutra transição ofensiva. Na segunda parte, a diferença foi demasiado grande para não ser visível. Reagimos à perda da bola em zonas muito altas e tivemos mais situações dentro da área. Foi um jogo difícil, contra uma equipa difícil, bem organizada, com bons jogadores. É um resultado mentiroso, porque não engrandece o jogo."

Erros: "Não gostamos de falar de arbitragens e dos erros dos outros, porque olhamos para os nossos erros com vontade de os ultrapassarmos, mas há coisas de que temos de falar. O segundo golo é um lance que me parece claro [de falta]. Não vou estar a escrutinar o trabalho do árbitro. Estamos frustrados, daí o desabafo. Não nos desculpamos desse erro. Mas estou orgulhoso do querer apresentado pelos jogadores.

Refrescar: Estávamos a pensar no jogo, minuto a minuto quando fizemos as substituições. Fomos sentindo desde o primeiro minuto da segunda parte que a nossa equipa entrou com predisposição para vencer muito grande. Os jogadores tiveram capacidade chegarem à área. Quisemos refrescar para que a equipa não tivesse quebras. Fizemos as alterações para manter a ?bitola' [exibicional] e a capacidade de chegada à frente.

Tristeza: "No balneário, os jogadores estão cabisbaixos, tristes pelo resultado, porque querem muito vencer. Tenho a certeza que, amanhã [na quarta-feira], vão chegar ao treino com uma disponibilidade incrível para o jogo com o Nacional [da 14.ª jornada da I Liga, no domingo]. Temos muito trabalho pela frente para vencer um adversário difícil, mas estamos confiantes de que vamos fazer um campeonato sólido."