Paulo Sérgio: "Não se pontua e muito menos se vence na Luz sem uma ponta de sorte"

Paulo Sérgio: "Não se pontua e muito menos se vence na Luz sem uma ponta de sorte"
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações de Paulo Sérgio após a vitória histórica do Portimonense no Estádio da Luz, por 0-1.

Análise: "O nosso compromisso é sermos capazes de competir em qualquer terreno, não somos obrigados a ganhar, somos obrigados a trabalhar muito. Isso enche-me de orgulho, foi o que fizemos. sempre que foi possível pressionar saída, fizemo-lo, equipa trabalhou muito e foi muito solidaria. Não se ganha na Luz sem uma ponta de sorte, Benfica tem futebol brilhante, conseguimos manter a baliza a zero. Também tivemos momentos de posse na primeira parte, mas não se pontua e muito menos se vence na luz sem uma ponta de sorte, tenho humildade de reconhecer. Nós tivemos."

Substituições: "Fui à procura de frescura, o trabalho do Aylton e do Fabricio foi super desgastante, o que fui à procura foi de frescura. Fizeram um trabalho brilhante no primeiro tempo. Estava a pensar fazer perto dos 60', fiz mais cedo, na busca de frescura, dois jogadores para fazer o mesmo tipo de trabalho dos que saíram."

O que se pode esperar do Portimomense: "Hoje comentava sobre o nosso banco de suplentes, estavam a brincar com a bola, e todos os oito jogadores tirei-os dos sub-23. O mais velho tinha 23, os outros 19, 20, 21, o projeto do Portimonense é exigente e este nível. Sonhar é permitido a toda a gente, mas não quero sequer começar a ouvir falar sobre isso [voos mais altos]. Quero o meu grupo focado no próximo jogo. se tivermos humildade, este foco e esta vontade de continuar a trabalhar, vamos fazer o nosso caminho."