FC Porto com o quarto melhor saldo do mercado e de olho em mais 36 milhões

FC Porto com o quarto melhor saldo do mercado e de olho em mais 36 milhões

Mesmo com dez caras novas para 2020/21, as vendas permitem um balanço muito positivo.

O FC Porto terminou o defeso de verão - que este ano se prolongou pelo início do outono - com um saldo positivo superior a 57 milhões de euros, um valor que o coloca como o quarto clube com melhor resultado entre as despesas e as receitas de transferências, de acordo com as contas do sítio "Transfermarkt".

Melhores só o Bayer Leverkusen (64,15 M€), o Ajax (60,25 M€) e o Lille (57,7 M€).

A SAD portista conseguiu assim receitas importantes para o equilíbrio financeiro exigido pela UEFA, mas ao mesmo tempo foi capaz de ir às compras, reforçando o plantel de Sérgio Conceição com dez caras novas.

A maioria chega com poucos ou nenhuns encargos, como são os casos de Carraça e Cláudio Ramos, que eram jogadores livres, ou de Sarr, Felipe Anderson e Grujic, que foram emprestados até final da temporada. O maior investimento foi em Evanilson, que custou cerca de oito milhões de euros.

Por outro lado, a venda de Fábio Silva por 40 milhões de euros foi, de longe, o melhor negócio do verão para os portistas. E nestas contas não estão incluídos os 16 M€ que o PSG terá de pagar em junho pelo passe de Danilo, nem os 20 M€ que os Wolves vão dar por Vítor Ferreira.