Exclusivo FC Porto um a um contra a Roma: Otávio e Pepê nas asas de João Mário

FC Porto um a um contra a Roma: Otávio e Pepê nas asas de João Mário
Hélio Nascimento

Tópicos

O FC Porto empatou 1-1 com a Roma num jogo particular realizado no Algarve.

Diogo Costa
Continua a justificar a confiança do treinador, e, em troca, dá totais garantias. Aos 56´ fez a primeira defesa digna desse nome, a remate de Diawara, sofrendo o golo - nada a fazer - no canto imediato.

Mbemba
Tranquilo quanto baste, perante Dzeko e, às vezes, Pellegrini. Jogou simples, "deixando" para Pepe as questões mais difíceis de resolver.

Pepe
Titular, na única alteração feita por Conceição em relação ao Lille, limpou tudo o que havia à sua volta e ainda compensou Manafá, quando este ficou caído no relvado. Depois entrou mais duro sobre Mikhitarian, originando o "sururu" que envolveu jogadores e bancos.

Manafá
Atento a Zaniolo, que lhe deu trabalho, num duelo que o lateral manteve sempre controlado, ganhando mais vezes sem que isso o tenha impedido de procurar a profundidade. Está bem na esquerda e é sinónimo de garantia.

Sérgio Oliveira
Aqueceu as mãos a Rui Patrício (9"), na transformação de um livre. Mais "patrão" do que no anterior particular, teve critério no passe e assumiu a organização. Atirou uma "bomba", aos 79", por alto.

Bruno Costa
Menos protagonismo do que frente ao Lille, mas com a mesma determinação em ocupar linhas de passe. Deixou Mancini solto no golo.

Otávio
Belo desvio de cabeça (42"), após livre de Sérgio Oliveira, com Patrício a brilhar. O homem dos desequilíbrios e do "repentismo" foi sempre dos mais intensos da equipa.