Exclusivo Os destaques do jogo com o Milan: identidade portista tem o rosto de Díaz

Os destaques do jogo com o Milan: identidade portista tem o rosto de Díaz
Bruno Filipe Monteiro

Tópicos

Confira a avaliação individual feita por O JOGO aos jogadores do FC Porto na vitória por 1-0 frente ao Milan, da terceira jornada da Champions.

Diogo Costa 6
Uma defesa, sem dificuldade, a remate de Giroud (43") e um resto de noite descansado. As reposições com o pé, porém, nem sempre lhe saíram bem.

João Mário 7
Ultrapassou as dificuldades iniciais para controlar Rafael Leão e a fechar a primeira parte já surgia com assiduidade no ataque. Os primeiros traços do desenho do jogada do golo, de resto, são dele.

Mbemba 8
Agigantou-se perante Giroud e Ibrahimovic e, com classe ou com chutão para a frente, limpou tudo o que apareceu no seu raio de ação. Notável.

Pepe 8
Carimbou a subida ao segundo lugar da lista de portugueses com mais jogos na prova com exibição a roçar a perfeição. Rápido a fechar os espaços e corajoso nos duelos individuais, desarmes e ainda ameaçou marcar duas vezes.

Wendell 7
Acutilante a subir pelo flanco, provocou alguns desequilíbrios no ataque sem descurar a defesa. As queixas físicas que apresentou ao intervalo precipitaram a saída.

Uribe 8
Deixou impressões digitais por todo o lado, mesmo junto à área dos italianos, onde surgiu a apertar o portador da bola em vários momentos. Foi prático na entrega e aos 55" teve um tiro de longe ao lado.

Sérgio Oliveira 7
O amarelo visto cedo (3") não lhe retirou agressividade no processo defensivo e muito menos discernimento com bola, o que lhe permitiu sair a jogar de forma esclarecida.

Otávio 6
Teve um par de combinações com Taremi e nunca se escondeu na primeira fase de construção. Acabou com três remates: dois contra defesas e um por cima.

Taremi 7
O papel de "10" assenta-lhe como uma luva, já que lhe permitiu estar sempre ligado ao jogo e entrar em combinações que o deixaram em boa posição para finalizar. Ontem gozou de cinco, mas quatro saíram ao lado e a outra saiu contra Kjaer. Fez o "passe" para o 1-0.

Evanilson 5
O colete de forças em que se viu envolvido fez com que tenha dado pouco nas vistas a atacar e tenha saído sem rematar. Mas a pressão que exerceu condicionou a construção "rossonera".

Zaidu 6
Saltou do banco ao intervalo e mostrou-se logo com um remate por cima (51"). Veloz a subir e tranquilo a defender.

Corona 5
Tentou acelerar com bola e aos 80" ficou a pedir penálti.

Vitinha 6
Aguerrido na procura da bola e seguro a distribuí-lo.

Toni Martínez 5
Uma arrancada perigosa e boa presença ofensiva.

Grujic -
Duas ações defensivas preciosas.