Ganhou o prémio Puskas, foi derrotado pelas lesões, mas agora quer vencer no Sporting

Ganhou o prémio Puskas, foi derrotado pelas lesões, mas agora quer vencer no Sporting

Wendell Lira foi esta terça-feira apresentado como reforço para a secção de eSports do Sporting.

O ex-futebolista brasileiro Wendell Lira, vencedor do prémio Puskas em 2015, que premeia o melhor golo do ano, revelou esta terça-feira que reforçar a secção de eSports do Sporting é "um sonho" que não se concretizou enquanto futebolista profissional.

"Desde pequeno, foi um sonho jogar na Europa. Infelizmente, nunca o concretizei na carreira profissional. Graças a Deus, estamos aqui a realizar um sonho e espero que seja só o início da caminhada. Espero estar à altura, aqui no Sporting", disse.

O golo que apontou ao serviço do Goianésia, do campeonato goiano do Brasil, permitiu a Wendell Lira aparecer entre os grandes nomes do futebol mundial, derrotando, entre outros, o "astro" argentino Lionel Messi na corrida ao prémio Puskas, em 2015. "Foi um golo mágico. Um momento de pura criatividade, ao estilo brasileiro de criar na hora. Nunca pensei que aquele golo pudesse tomar as proporções que tomou. Ainda não consegui fazer um golo igual no [videojogo] FIFA", afirmou, entre risos.

Várias lesões graves obrigaram Wendell Lira a terminar a carreira, que se iniciou no Góias e na qual ainda alinhou na seleção brasileira de sub-20, mas o ex-futebolista justificou a opção de enveredar por uma carreira nos videojogos, ao invés de permanecer no mundo do futebol, em outras funções.

"Sempre tive uma paixão muito grande pelos videojogos. Com 27 anos, comecei a pensar no futuro. Passei cinco, seis anos da minha vida a rodar em clubes com muitas dificuldades. Quando apareceu a oportunidade de ter uma vida mais confortável e junto da minha família, não pensei duas vezes", explicou.

O diretor-geral das modalidades do Sporting, Miguel Albuquerque, colocou os eSports como uma aposta sustentada dos leões, que assenta em três pontos que considera "fundamentais". "Os eSports são uma aposta que assenta na valorização da marca Sporting, no projeto sustentável e na chegada a uma geração que todos denominamos como a geração Z, em que os jovens estão mais afastados do que deveriam do desporto. Esta aposta do Sporting não nos pode dissociar da prática desportiva", realçou.

Miguel Albuquerque, que enquadrou Wendell Lira nos valores do Sporting, pela sua história de vida e superação, considerou esta contratação como uma "grande evolução" na modalidade, criada pelo clube em 2016 e que tem vindo a crescer de forma exponencial. "Este é um projeto muito importante para nós, que nos leva a uma geração completamente diferente. É um desporto que atrai muito do ponto de vista comercial e do mediatismo. Se dissessem, há uns anos, que o Altice Arena estaria cheio para um evento de videojogos, provavelmente, ninguém acreditaria", sublinhou.

Wendell Lira junta-se a Diogo Mendes e Bruno Rato na equipa "leonina" do videojogo FIFA e fará a estreia no FPF XL Challenge, torneio organizado pela Federação Portuguesa de Futebol e que se realiza no Altice Arena, de 15 a 17 de novembro.