Álvaro Pacheco e o dérbi com o Moreirense: "Temos uma cultura de exigência, vão jogar os melhores"

Álvaro Pacheco e o dérbi com o Moreirense: "Temos uma cultura de exigência, vão jogar os melhores"
Redação com Lusa

Tópicos

Treinador do Vizela quer acabar a presente edição da Liga Bwin "em alta"

Álvaro Pacheco afirmou esta sexta-feira que o Vizela vai "jogar com os melhores" no reduto do vizinho Moreirense, de forma a "acabar em alta" a Liga Bwin, no sábado, em duelo da 34.ª jornada.

Embora a equipa vizelense tenha a manutenção garantida, com 33 pontos, que valem o 14.º lugar, e os rivais de Moreira de Cónegos, vila do concelho de Guimarães a quatro quilómetros, precisarem de pontuar para sonharem com o play-off de manutenção, o técnico frisou que o Vizela quer manter-se fiel à "essência" de lutar pelo triunfo em todos os desafios.

"Sabemos perfeitamente o que representa este dérbi, mas o que importa é o que fomenta a cultura de exigência. Vão jogar os melhores", disse, na antevisão ao desafio marcado para as 15h30, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas.

Convencido de que a permanência do Vizela é "mais do que justa" face ao "desenrolar da época", Álvaro Pacheco lembrou que o grupo quer terminar o campeonato "em alta" e mostrar a "cultura de vitória" trabalhada pela sua equipa técnica desde a época 2019/20, quando os minhotos disputavam o Campeonato de Portugal, então o terceiro escalão do futebol nacional.

"Para nós, que cultivamos uma cultura de vitória, de superação, [o jogo] será [encarado] da mesma forma [dos anteriores]. Tenho oportunidade, como treinador, para ver os meus jogadores sem a pressão dos jogos anteriores, para testar a essência do que aprendemos nestes anos. Temos de jogar para ganhar, que foi o que nos fez chegar aqui", acrescentou.

O timoneiro admitiu, contudo, saber o que o dérbi com o Moreirense representa para a massa adepta vizelense, alvo de elogios pelo "carinho" e pela "confiança" transmitidos nos últimos três anos, inclusive no momento mais difícil da época prestes a terminar, que foi a semana entre a derrota com o Belenenses (1-0), para a 30.ª jornada, e a vitória sobre o Arouca (2-1), para a 31.ª.

"O momento mais marcante foi a semana depois do jogo com o Belenenses SAD. Não fomos capazes de estar à altura e depois tivemos o Arouca, um jogo importante para nós. Estávamos tensos, mas, durante a semana, lembro-me da forma carinhosa como nos apoiaram e fizeram acreditar", recordou.

O Vizela, 14.º classificado, com 33 pontos, defronta o Moreirense, 17.º, com 26, em jogo da 34.ª e última jornada da Liga Bwin, marcado para as 15h30 de sábado, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, com arbitragem de Nuno Almeida, da Associação de Futebol do Algarve.