Académico de Viseu e Chaves fecham primeira volta com empate

Académico de Viseu e Chaves fecham primeira volta com empate

Chaves termina a primeira volta no quinto lugar e está a seis do segundo, o Nacional, enquanto o Académico de Viseu ocupa o décimo lugar.

Académico de Viseu e Chaves empataram este domingo sem golos em jogo da 17.ª jornada da II Liga, com os flavienses a encurtarem para seis pontos a diferença para os lugares de subida.

Um jogo sem golos, muito disputado no meio campo, sem grandes oportunidades, e com domínio repartido, em especial durante a primeira parte.

As duas equipas procuraram o erro do adversário para chegarem na frente em rápidas transições e foi numa dessas situações que, logo aos 4', Jorge Miguel cruzou para a área onde Luisinho surgiu sem marcação, ao segundo poste, mas não acertou na baliza, já com Ricardo batido.

A resposta flaviense chegou aos 18', com Bernardo Martins a proporcionar defesa difícil a Ricardo Janota, que voltou a defender a recarga de Platiny.

Na segunda parte, o Chaves teve maior domínio, perante um Académico de Viseu muito sólido defensivamente e com Ricardo Janota a resolver quando os defesas não conseguiam parar as investidas do Desportivo de Chaves.

César Peixoto sentiu as dificuldades da sua equipa em chegar com perigo à área da equipa de Rui Borges e apostou tudo nos minutos finais, com as entradas de João Teixeira e Fatai, deixando apenas três defesas e mais gente na frente, e o Chaves poderia ter chegado o golo aos 90 minutos, quando Wanger apareceu solto ao segundo poste e rematou para Janota defender com muito dificuldade.

Com este empate, o Chaves termina a primeira volta no quinto lugar da II Liga, com 27 pontos, agora apenas a seis do segundo, o Nacional, enquanto o Académico de Viseu está no décimo lugar, com 24.

Jogo no Estádio do Fontelo, em Viseu.

Académico de Viseu - Chaves, 0-0.
Árbitro: André Narciso (AF Lisboa).
Ação disciplinar: cartão amarelo para Jorge Miguel (24), Jefferson (26), Bernardo (44), Carter (67) e José Gomes (68).

Académico de Viseu: Ricardo Janota; Tiago Almeida, Pica, Mathaus e Jorge Miguel; Diogo Santos, Fernando Ferreira (Latyr, 65) e Zimbabwe; Luisinho (Bruninho, 87), Jean Patrick e Carter (João Mário, 72).
Treinador: Rui Borges.

Chaves: Ricardo; João Pedro, Hugo Basto (Fatai, 82), Kevin Medina e José Gomes; Jefferson, Bernardo (Wagner, 61) e Raphael Guzzo; André Luís, Benny e Platiny (João Teixeira, 73).
Treinador: César Peixoto.