Covilhã conquista primeira vitória na estreia de Capucho no comando técnico

Covilhã conquista primeira vitória na estreia de Capucho no comando técnico
Redação com Lusa

Tópicos

Nuno Capucho estreou-se no comando técnico do Covilhã um dia depois de chegar aos serranos.

O Covilhã conquistou este sábado a primeira vitória na edição 2020/21 da II Liga, ao bater em casa o Varzim por 2-1, com reviravolta, na estreia do treinador Nuno Capucho.

Ofosu colocou os forasteiros em vantagem na primeira metade, mas, na segunda, os poveiros sofreram os primeiros golos no campeonato, com Filipe Cardoso a igualar e André Micael a desviar para a própria baliza o remate de Leo Cá.

Com o sucessor de Daúto Faquirá no cargo há apenas um dia, os serranos criaram perigo logo aos três minutos, num cabeceamento de Rui Areias, por cima.

Os visitantes foram, porém, os primeiros a marcar, aos 19 minutos, num remate cruzado do ganês Ofosu, depois de Edwin Vente não conseguir intercetar a bola.

Mais rematador e mais ofensivo, o Covilhã deparou-se com uma formação poveira calculista, coesa, organizada, mais articulada entre setores, a deixar trocar a bola, mas a tapar os caminhos da baliza.

Aos 43 minutos, os leões da serra tiveram a melhor ocasião para empatar na primeira parte, num remate de Gleison dentro da área que obrigou Ricardo a defesa apertada, com a ponta dos dedos, por cima da barra.

Já nos descontos, Gleison caiu na área e queixou-se de falta de Rui Silva, mas o árbitro mandou seguir.

No reatamento, o Covilhã mostrou-se mais dominador, mais pressionante e mais esclarecido.

Depois de algumas investidas, os serranos chegaram mesmo ao empate, aos 68 minutos: na sequência de um canto batido por Edwin Vente, Filipe Cardoso cabeceou certeiro, com a bola a entrar depois de bater no poste.

Com o golo, os leões da serra aumentaram a velocidade, a intensidade e conseguiram dar a volta ao marcador, aos 82 minutos, num autogolo de André Micael, que desviou para a própria baliza um remate do suplente Leo Cá, servido por Edwin Vente.

Jogo no Estádio Santos Pinto, na Covilhã.

Sporting da Covilhã - Varzim, 2-1.

Ao intervalo:0-1.

Marcadores:

0-1, Ofosu, 19 minutos.

1-1, Filipe Cardoso, 68.

2-1, André Micael, 86 (própria baliza).

Equipas:

- Sporting da Covilhã: Léo Navachio, Jean Felipe, André Almeida, Jaime Simões, Edwin Vente, Gilberto (Joel Vital, 90), Filipe Cardoso, Enoh, Gleison (Daffé, 65), Gui Inters (João Cardoso, 84) e Rui Areias (Leo Cá, 65).

(Suplentes: Bruno Bolas, David Santos, João Cardoso, Joel Vital, N`Dao Lamine, Morgado, Leo Cá, Jorge Vilela e Daffé).

Treinador: Nuno Capucho.

- Varzim: Ricardo, Rui Silva (Rentería, 87), Michael Douglas, André Micael, Cerveira, Temberg (Lessinho, 87), George Ofosu, André Vieira (Irobiso, 72), Rui Moreira, Fatai e Yusuf (Stanley, 62).

(Suplentes: Isma, Álvaro Milhazes, Lessinho, Ibrahima, Boubakar Diarra, Stanley, Irobiso, Gonçalo e Rentería).

Treinador: Paulo Alves.

Árbitro: João Casegas (AF Viseu).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Gui Inters (38), Michael Douglas (47) e Cerveira (68).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.