Leixões vence Vilafranquense e sobe provisoriamente ao quinto lugar

Leixões vence Vilafranquense e sobe provisoriamente ao quinto lugar

O Vilafranqense averbou o terceiro jogo consecutivo sem vencer e pode terminar a nona jornada em zona de despromoção, em caso de triunfo do Farense na receção ao Trofense, este sábado.

O Leixões venceu o Vilafranquense, por 3-1, em Rio Maior, em jogo da nona jornada, e subiu provisoriamente ao quinto lugar da Liga SASBSEG.

Sapara inaugurou o marcador na primeira parte, Nenê empatou no início da segunda, mas os golos de Wendel e Jefferson Encada garantiram o segundo triunfo consecutivo da formação de José Mota.

A formação de Matosinhos, que somou o segundo triunfo consecutivo e subiu provisoriamente ao quinto lugar, com 14 pontos. Já o Vilafranqense averbou o terceiro jogo consecutivo sem vencer e pode terminar a nona jornada em zona de despromoção, em caso de triunfo do Farense na receção ao Trofense, este sábado.

Jogo disputado no Estádio Municipal de Rio Maior

Vilafranquense - Leixões, 1-3.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Sapara, aos 20 minutos.

1-1, Nenê, 51.

1-2, Wendel, 58.

1-3, Jefferson Encada, 71.

Vilafranquense: Luís Ribeiro, Mike Moura, Marcos Valente, Prince Mendy, Eric Veiga, Nuno Rodrigues (Wagner, 46. André Dias, 73), Gabriel Pereira (Sangaré, 63), Jaquité, Ença Fati (Umaro Baldé, 88), Nenê e Belkheir (Filipe Melo, 46).

(Suplentes: Adriano Facchini, Sousa, Deyvison, Filipe Melo, Umaro Baldé, Edu Machado, Sangaré, Wagner, André Dias)

Treinador: Filipe Gouveia

Leixões: Beunardeau, Calasan, Léo Bolgado, Nduwarugira, João Amorim (Diogo Leitão, 91), Ben Hassan, Morim (Yuri, 91), Seck, Kiki (Jefferson Encada, 67), Wendel (Luan Santos, 84) e Sapara (Thalis, 67).

(Suplentes: Tiago Silva, Pastor, Diogo Leitão, Jefferson Encada, Yuri, Mory Bamba, Gustavo França, Luan Santos, Thalis).

Treinador: José Mota

Árbitro: Marcos Brazão (AF Algarve).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Belkheir (30), Wendell (41), João Amorim (54), Gabriel Pereira (56), Sapara (64), Marcos Valente (88).

Assistência: cerca de 200 espectadores.