Nasceu para ser um líder e vai-se impondo no topo da Liga SABSEG: eis João Pinto

Nasceu para ser um líder e vai-se impondo no topo da Liga SABSEG: eis João Pinto
André Bastos

Tópicos

Desde os quatro anos no Feirense, tinha sido capitão em todos escalões de formação e agora, com a ajuda de Rui Ferreira, que já o tinha orientado nos sub-23, está impor-se no líder da Liga SABSEG...

Não é muito comum, mas João Pinto é um daqueles casos que só conheceu "um amor" ao longo da carreira de futebolista. Desde os quatro anos no Feirense, o central passou pelos vários escalões de formação do emblema de Santa Maria da Feira até se conseguir afirmar, esta época, no plantel da equipa principal pelas mãos de Rui Ferreira, que já o tinha orientado nos sub-23.

Antes de se fixar na II Liga, o jogador, de 21 anos, passou também pelo Espinho, do Campeonato de Portugal, onde esteve emprestado na época passada, a única que representou fora do contexto do Feirense, tendo ajudado a salvar os espinhenses da descida aos distritais.

Nas últimas duas eliminatórias da Taça de Portugal, diante de Vila Meã e Nacional, João Pinto cumpriu mais um sonho de criança: envergar a braçadeira de capitão do clube que tem maior estima.

"O Jota tem duas características muito fortes. Tem qualidade técnica e é muito rápido. Nos centrais modernos, esses são dois fatores muito importantes. Se continuar a evoluir, pode chegar a outros patamares, até porque já chegou a ser convocado para as seleções jovens", avaliou Bruno China, que treinou o central na época passada no Espinho. "Fico contente por estar a jogar no clube que gosta", frisou ainda.

Sobre o facto de ter envergado a braçadeira tão cedo, o atual treinador do Felgueiras revelou que se trata de um jogador com um perfil de liderança dentro e fora de campo. "Ele chegou ao Espinho num contexto difícil, estávamos a lutar para não descer. Deu sempre a cara e nunca se escondeu, nem teve problemas em assumir as responsabilidades. É um jogador com personalidade e caráter", destacou.

Tendo arrancado a época a titular, na Taça da Liga, com o Famalicão, João Pinto fez mais cinco jogos e já sabe que na próxima eliminatória da Taça de Portugal poderá ver mais um sonho realizado: pisar o palco de um dos três grandes, neste caso o FC Porto, que calhou em sorteio.