"Preferi crescer na dificuldade para conseguir cá chegar", diz Ricardo Sousa

"Preferi crescer na dificuldade para conseguir cá chegar", diz Ricardo Sousa
Redação com Lusa

Tópicos

Novo treinador do Mafra fala em "cinco anos de sacrifício" e diz que aceitou o convite "sem hesitar".

Ricardo Sousa, o novo treinador do Mafra, disse esta sexta-feira que aceitou "sem hesitar" o convite para treinar o emblema da II Liga de futebol e que tudo vai fazer para manter os "saloios"' nas ligas profissionais.

Em declarações publicadas nas redes sociais dos mafrenses, o técnico de 42 anos assumiu que chegar ao Mafra é um passo em frente na sua carreira.

"Foi com uma alegria imensa que recebi este convite e nem sequer hesitei. Chegámos a acordo sem sequer falarmos em números. Foi logo um sim direto pelo clube que o Mafra é, pelo que cresceu até aqui e quer continuar a crescer. É um projeto de estabilidade cimentado no trabalho desta direção e é para mim uma grande honra fazer parte de um clube tão estável como este", disse o antigo treinador do Beira-Mar.

Apesar do mau momento que o clube atravessa, com quatro derrotas seguidas, Ricardo Sousa acredita que é a escolha certa na sua carreira e lembra o trajeto que fez antes de receber este convite.

"Estou aqui de corpo e alma e acredito que vamos ser felizes. Da minha parte, gostava de fazer parte da história do Mafra durante algum tempo, subindo degraus com este emblema ao peito. Chegar à Liga SABSEG é um patamar que consigo subir, mas depois de cinco anos de sacrifício. Preferi crescer na dificuldade para conseguir cá chegar. Passei dificuldades nalguns clubes, mas isso deu-me estofo para agarrar esta oportunidade com unhas e dentes. Eu quero muito esta oportunidade e a minha força de trabalho e de vontade vão fazer este projeto crescer", garantiu o técnico.

Sobre o plantel mafrense e o momento da equipa, que ainda não tem garantida a manutenção, o treinador diz que vai concentrar-se sobretudo em recuperar psicologicamente os jogadores.

"Não tenho uma varinha mágica que permita mudar tudo de um dia para o outro. O tempo é curto para preparar o primeiro jogo, mas o grupo tem muita qualidade, demonstrou-a nas primeiras jornadas. O fator psicológico está a pesar, estão a bloquear em alguns momentos e isso não os deixa dar 100%. A minha função é começar por gerir este fator psicológico, e depois temos de ser pragmáticos, jogar bem sem perder agressividade e objetividade, mandar no jogo com e sem bola. É isso que vou pedir aos jogadores", revelou o técnico.

José Cristo, presidente do clube, elogiou as qualidades do técnico e assegurou que é uma escolha sua, pela qual se responsabiliza.

"A minha aposta de há muitos anos é em treinadores jovens. Conheço o Ricardo há muitos anos e é uma aposta minha. Se as coisas correrem bem, é bom para todos, se correrem mal, é mau para mim. Confio muito no Ricardo e sei o bom trabalho que vai fazer, as alegrias que nos vai dar", rematou o líder da formação do Oeste.

Ricardo Sousa, de 42 anos, chega a Mafra depois de ter orientado os aveirenses e substitui Filipe Cândido, depois de este ter apresentado a sua demissão. Como treinador, Ricardo Sousa liderou o Beira-Mar nas últimas duas temporadas, de onde saiu em fevereiro devido a maus resultados, contando ainda com passagens por Felgueiras, Anadia, Lusitano e Sanjoanense.