Jogadores do Fátima em lágrimas pelos salários em atraso

Jogadores do Fátima em lágrimas pelos salários em atraso
Miguel Ferreira

Tópicos

Após a derrota (1-2) frente ao Caldas, os jogadores não esconderam a revolta e frustração com a situação financeira que o clube atravessa.

Os dias vão passando e a crise no Fátima não tem fim.

Em campo, este domingo, frente ao Caldas, estiveram 13 dos 15 jogadores que iniciaram a época e para boa parte deles este poderá ter sido mesmo o último jogo.

A SAD continua a não ter solução para o problema, com o plantel a acumular três meses e meio de salários em atraso.

As lágrimas de alguns jogadores no fim do jogo espelhavam a desolação e a revolta que sentem perante a inevitabilidade de terem de procurar outra solução para as suas carreiras. A administração da SAD mantém o silêncio sobre o assunto.

O Fátima perdeu por 2-1 na receção ao Caldas, em partida da 18.ª jornada da Série C do Campeonato de Portugal.