Futebolistas cabo-verdianos homenageiam estudante morto em Portugal

Futebolistas cabo-verdianos homenageiam estudante morto em Portugal

A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) decretou esta quinta-feira um minuto de silêncio em todos os jogos nos campeonatos regionais.

A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) decretou esta quinta-feira um minuto de silêncio em todos os jogos nos campeonatos regionais no fim de semana, em homenagem ao estudante cabo-verdiano que morreu após alegadas agressões em Portugal.

Em comunicado, o órgão federativo cabo-verdiano avançou que a proposta do minuto de silencio em homenagem ao Luís Giovani dos Santos foi do dirigente desportivo Fausto do Rosário, natural a ilha do Fogo, tal como o jovem estudante.

"A FCF solicitou a todas as associações regionais de futebol que seja observado 1 minuto de silêncio, em todos os jogos a serem realizados nas provas regionais nos próximos dias 10, 11 e 12 do corrente mês", lê-se na nota.

Para o órgão máximo do futebol cabo-verdiano, o minuto de silêncio será um gesto de solidariedade para com a família enlutada, e ao mesmo tempo uma forma de repúdio a todas as formas de violência.

Em 21 de dezembro de 2019, o estudante cabo-verdiano do Instituto Politécnico de Bragança (IPB) Luís Giovani dos Santos Rodrigues terá sido agredido por vários homens à saída de uma discoteca da cidade.

Transportado para o Hospital de Santo António, no Porto, o estudante de 21 anos acabou por morrer em 31 de dezembro.

O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária portuguesa.