Continua a saga em torno da estátua de Ibrahimovic: agora foi o nariz

Continua a saga em torno da estátua de Ibrahimovic: agora foi o nariz

Aparentemente, os adeptos do Malmoe não perdoam o facto de o internacional sueco ter investido num rival e vingam-se na estátua.

Desta vez, cortaram-lhe o nariz e pulverizaram-na com tinta branca e prateada. Este é o mais recente episódio de uma saga de vandalismo à estátua de Ibrahimovic, três metros e meio de bronze colocados na entrada do estádio do Malmoe, o clube onde o internacional sueco, 38 anos, se estreou como profissional. Inaugurada em outubro, a obra tem sido o alvo preferido - ainda que não o único - da revolta dos adeptos do clube, desde o anúncio de que o jogador comprara 25 por cento das acções de um emblema rival, o Hammarby.


No dia em que o investimento de Ibrahimovic foi conhecido, a estátua inaugurada a 9 de outubro foi vandalizada pela primeira vez com recurso a tintas e até uma tampa de sanita foi colocada num dos braços. Agora, cortaram-lhe o nariz e pintaram-na.


De nada valeram os apelos do escultor para se respeitar a peça. De resto, nem a casa da família de Ibrahimovic foi poupada ao choque do investimento do jogador, que amanheceu com a palavra "Judas" pintada na porta.