Arnautovic e o gesto da discórdia no Macedónia do Norte-Áustria: "Não sou racista!"

Arnautovic e o gesto da discórdia no Macedónia do Norte-Áustria: "Não sou racista!"

Macedónia do Norte pede castigo para o austríaco, que se defendeu nas redes sociais.

O gesto de Marko Arnautovic, ao festejar o terceiro golo da Áustria, está a causar polémica e já levou a Macedónia do Norte a apelar a um castigo ao jogador.

O gesto feito pelo avançado na direção de Ezgjan Alioski causou na altura uma reação mais acesa entre jogadores e está a ser interpretada como nacionalista e racista, algo que mereceu uma posição da federação macedónia. "Condemaos de forma veemente o ataque nacionalista do austríaco Marko Arnautovic, depois do golo marcado no jogo com a Macedónia, na direção do jogador macedónio Ezdjan Alioski. Ao mesmo tempo queremos informar que submetemos uma carta oficial junto da UEFA a pedir a punição mais severa a Marko Arnautovic. Como Casa do Futebol estamos sempre contra o nacionalismo, discriminação e todo o tipo de insultos que não estão de acordo com o espírito do futebol e os valores pelos quais lutamos. Vamos sempre fazer frente e defender os nossos interesses e a dignidade dos jogadores macedónios, independentemente da forma como jogarem", explicou a Federação da Macedónia do Norte em comunicado.

Nas redes sociais, Arnautovic escreveu: "Houve uma troca de palavras mais acalorada no meio das emoções do jogo, pelas quais quero pedir desculpa, especialmente aos meus amigos da Macedónia do Norte e da Albânia. Mas quero deixar uma coisa bem clara: NÃO SOU RACISTA! Tenho amigos em quase todos os países do mundo e sou a favor da diversidade. Todos os que me conhecem sabem disso".

Arnautovic, apesar de ser austríaco, é filho de pai sérvio. Alioski tem origens albanesas, sendo conhecidas as tensões históricas entre ambos os países.