Mourinho questiona Southgate e arrasa jogadores ingleses: "Onde estavam?"

Mourinho questiona Southgate e arrasa jogadores ingleses: "Onde estavam?"

Treinador português aponta o dedo ao selecionador de Inglaterra por conta das decisões tomadas antes no desempate por grandes penalidades na final do Euro'2020.

Inglaterra deixou fugir a oportunidade de ouro de celebrar, pela primeira vez, a conquista do Euro'2020 em casa, ao perder com Itália no desempate por grandes penalidades, em pleno Estádio de Wembley.

Na hora de todas as decisões, Rashford, Sancho e Saka falharam os remates da marca dos 11 metros e, após a partida, Gareth Southgate assumiu responsabilidade pelas escolhas feitas a pensar nos penáltis. Explicações que, na opinião de José Mourinho, não foram suficientes.

"Para mim, enquanto treinador, é difícil perceber as trocas de Walker e Henderson por Rashford e Sancho. Antes de um pontapé de canto, tiras dois bons jogadores, que defendem bem, e fazes entrar dois jogadores a frio, que não são defesas", começou por referir o novo técnico da Roma, em análise na rádio TalkSport, na manhã desta segunda-feira. E prosseguiu:

"Quanto aos penáltis, é especialmente duro deixar Saka como responsável pelo último. Penso que é muita coisa para um miúdo ter tamanha responsabilidade nos ombros naquele momento. Mas não sei se tenho de perguntar ao Gareth [Southgate] ou aos outros jogadores que, quando deviam estar ali, não estavam. Estou a falar de jogadores que deviam estar ali e não estavam. Acho que o Gareth é um treinador honesto, que protege o grupo. Estas situações acontecem e pessoas como ele não expõem os jogadores. Onde estava Sterling? Onde estava John Stones? E Luke Shaw?", questionou o "Special One", voltando a falar sobre os casos de Rashford e Sancho, que entraram em campo na ponta final do prolongamento.

"Para eles é muito difícil entrar e bater um penálti depois de tocarem uma ou duas vezes na bola. Para Saka, que ficou com o destino da sua equipa nas mãos, é demasiado", rematou Mourinho.