Ceferin, presidente da UEFA, diz que o Real "tem nove vidas" e aponta: "A defesa é má"

Ceferin, presidente da UEFA, diz que o Real "tem nove vidas" e aponta: "A defesa é má"
Redação

Líder do organismo que rege o futebol europeu vinca que a chegada do clube merengue à final da Champions é a prova de que não há interferência da UEFA, depois da polémica com a Superliga.

Alexander Ceferin, presidente da UEFA, abordou as finais da Champions, masculina e feminina, destacando a presença de Real Madrid e Barcelona, respetivamente, dois dos clubes promotores da denominada Superliga.

"Não tenho problemas com o Real Madrid, claro, embora de momento não tenha qualquer contacto com a Direcção do clube. Mas o lugar do Real na final da Liga dos Campeões é a prova de quão limpas são as competições da UEFA. Real Madrid e Barcelona estão nas finais masculina e feminina. Ninguém interferiu", afirmou o dirigente do organismo máximo do futebol europeu ao portal esloveno "24ur.com Sport".

No que toca ao grande jogo entre os merengues e o Liverpool, Ceferin lançou um olhar sobre as duas equipas. "Na semifinal duvidei que o Real pudesse eliminar o Manchester City, especialmente após a derrota no primeiro jogo. Mas é óbvio que tem nove vidas como os felinos. São uma equipa experiente. Na minha opinião, a sua defesa é má. Eles têm o milagroso Karim Benzema, que eu disse muitas vezes ser, na minha opinião, um dos jogadores mais subestimados da história do futebol. Luka Modric quanto mais velho ele for, melhor será. Mas o Liverpool tem jogadores mais jovens e eles têm uma experiência muito importante para a final. Será uma final incrivelmente interessante", observou.

A final está marcada para o dia 28 de maio, às 20h00, em Paris.