Jogadores do Liverpool usaram "capacetes" especiais em treino: saiba porquê

Jogadores do Liverpool usaram "capacetes" especiais em treino: saiba porquê
Redação

Inovador objetivo permite obter, em tempo real, através de elétrodos instalados, dados neurocientíficos e ajustar o treino

Em contagem decrescente para a final da Champions, os jogadores do Liverpool realizaram mais um habitual treino de preparação, mas vislumbrou-se uma novidade: a utilização, por Alexander-Arnold e Kostas Tsimikas, de um "capacete" especial.

O objeto, criado pela empresa 'Neuro 11' e que despertou a atenção da Imprensa inglesa, por se tratar de algo inusitado, tem como função a monitorização cerebral de atletas. É, por isso, mais um instrumento vanguardista de controlo do funcionamento corporal.

Segundo a Imprensa inglesa, o uso destes capacetes, semelhantes a uma rede, permite obter, em tempo real, através de elétrodos instalados, dados neurocientíficos originados pelo desempenho dos futebolistas e, com isso, ajustar o nível/ação de treino.

O Liverpool enfrenta, no próximo sábado, o Real Madrid na final da Liga dos Campeões, num jogo que terá lugar no Stade de France, perante mais de 80 mil espetadores.