"Real Madrid não tem direito de estar na final"

"Real Madrid não tem direito de estar na final"
Redação

Petr Schmeichel opinou que a equipa de Pep Guardiola esteve uns furos acima no conjunto das duas mãos das "meias"

A apreciação e o mérito do trabalho do Real Madrid nas meias-finais da Champions, e consequente apuramento para a final, não é unânime. Se para muitos foi convincente, para Petr Schmeichel, antigo guarda-redes, os merengues são finalistas injustamente.

"O Real Madrid não tem o direito de estar na final. Foi claramente a pior equipa nos dois jogos. A primeira oportunidade foi o primeiro golo [de Rodrygo], aos 90 minutos; o segundo golo [também de Rodygo] foi a segunda ocasião e o terceiro [de Benzema] foi a terceira oportunidade que teve de atirar à baliza", disse o ex-Manchester United.

À "CBS Sport", Schmeichel considerou que o Manchester City, que falhou o acesso à segunda final seguida, "teve controlo total", mas reconheceu que o público merengue ajudou a galvanizar a equipa madridista e realçou o bravo espírito desta.

"O estádio pode ser o 12.º jogador. Quando começou a segunda parte, um lance do Vinícius incendiou o recinto e foi incrível. (...) Eles mostraram coração, vontade. Já estiveram em situações destas, não têm medo", referiu o ex-dono da baliza do Sporting.

O Real juntou-se ao Liverpool na final de Paris, reeditando a decisão de 2018, após mais uma reviravolta épica sobre o Manchester City, vencido, no prolongamento, por 3-1. Rodrygo tirou os merengues do tapete, ao fazer dois golos em 90 segundos que empataram o agregado, e Benzema, quem mais, deu a machadada final nos citizens.