Rui Moreira: "Em Lisboa não houve uma final e houve carga policial. Eu não montei ecrãs de televisão"

Rui Moreira: "Em Lisboa não houve uma final e houve carga policial. Eu não montei ecrãs de televisão"

O que se passou em Lisboa com Sporting não se repetiu no Porto, diz Rui Moreira

Rui Moreira defende que o que se passou em Lisboa, com os festejos da conquista do título pelo Sporting, não é comparável nem se repetiu no Porto, onde se realizou a final da Liga dos Campeões de futebol.

Confrontado pelos jornalistas após a reunião pública da Câmara Municipal do Porto (CMP), com declarações que proferiu dizendo que no Porto não se repetiria o que se passou em Lisboa nas celebrações da conquista do campeonato nacional de futebol, o autarca rejeitou comparações.

E não se repetiu [o que se passou em Lisboa]. Em primeiro lugar, em Lisboa não houve uma final, não houve um evento desportivo, não houve criação de riqueza, e houve uma carga policial que eu vi, que os senhores viram e que aqui [no Porto] não vi. Portanto, não vi nenhuma utilidade naquilo", respondeu Rui Moreira.", respondeu Rui Moreira.

O autarca lembrou que Portugal "tem as fronteiras abertas" e que há muitos turistas britânicos que "são livres de virem" para o país, nomeadamente para assistirem à final da Liga dos Campeões, ou para verem o jogo na Avenida dos Aliados, como aconteceu no sábado no Porto, ou para irem à praia da Oura (Albufeira) ou até ao Bairro Alto (Lisboa).

"Essas pessoas estão em livre circulação, algumas vieram mais cedo para a cidade [do Porto] e algumas ainda estão na cidade. É verdade que eles se concentraram na Ribeira. É verdade que não usaram máscaras. Comparar isso com qualquer outro acontecimento desportivo na cidade, incluindo aquilo que aconteceu há dois anos - bem sei que não havia pandemia -, mas em termos de desordens, houve muito menos desordens desta vez do que há dois anos ou [do] que há num [jogo entre] Sporting de Braga [e] Vitória de Guimarães", observou.

NOTÍCIA RETIFICADA PELA LUSA ÀS 19H03