Flamengo tem seis jogadores infetados, mas vai jogar com equatorianos do Barcelona

Flamengo tem seis jogadores infetados, mas vai jogar com equatorianos do Barcelona
Redação com Lusa

Campeão brasileiro atingido por surto de covid-19.

O Flamengo colocou de quarentena seis dos seus futebolistas por estarem infetados com o novo coronavírus e recebeu a confirmação de que o jogo contra o Barcelona, do Equador, para a Taça Libertadores, se vai realizar.

A equipa do Rio de Janeiro encontra-se no Equador desde a passada quinta-feira, por causa dos jogos da Taça Libertadores frente ao Independiente del Valle, no qual foi surpreendentemente goleado por 5-0, e frente ao Barcelona Sporting Club, marcado para terça-feira à noite.

Na sua conta no Twitter, o clube não identificou os jogadores infetados, mas revelou que estes não apresentavam quaisquer sintomas, mas um deles, o médio Diego, rebateu essa informação ao afirmar através de um vídeo publicado numa rede social que sentia dores de garganta e que era um dos casos positivos do plantel.

"Estou bem, tanto quanto possível. Eu sei que me exponho ao sair de casa para fazer meu trabalho, mas é um momento muito desagradável", desabafou o antigo centrocampista do FC Porto.

Entretanto, a Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) confirmou que a partida da fase de grupos vai mesmo disputar-se, estando o Flamengo autorizado a substituir os jogadores infetados por outros que integram uma lista que o clube fez chegar àquele organismo antes do início do torneio, que recomeçou a semana passada após uma paralisação de seis meses.

A imprensa brasileira noticiou hoje que o Flamengo estava a preparar um voo de última hora para transportar quatro jogadores para a partida que se vai realizar em Guayaquil.

Além dos seis jogadores com resultado positivo, o Flamengo também não contará com o goleador Gabriel Barbosa, o extremo Pedro Rocha e o guarda-redes Diego Alves devido a lesões, além do central Gustavo Henrique, suspenso depois de ter sido expulso na partida contra o Independiente Del Valle.

De acordo com o protocolo médico da CONMEBOL, as equipas devem enviar a sua lista de jogadores convocados cinco dias antes de cada partida, sendo as temperaturas medidas antes do início de cada jogo.

O Independiente Del Valle lidera o grupo A após três partidas com nove pontos, seguido pelo Flamengo com seis, pelo Junior Barranquilla, da Colômbia, com três, e do próximo adversário do Flamengo, o Barcelona Sporting Club, do Equador, com zero.