Roberto Tobar dirige final da Libertadores entre Flamengo e River Plate

Roberto Tobar dirige final da Libertadores entre Flamengo e River Plate

Roberto Tobar, 41 anos, vai repetir a presença na final da Taça Libertadores.

O árbitro chileno Roberto Tobar foi o escolhido para dirigir a final da Taça Libertadores, que vai opor os brasileiros do Flamengo, treinados pelo português Jorge Jesus, aos argentinos do River Plate.

A final, inicialmente prevista para decorrer no Chile e transferida, por razões de segurança, devido à instabilidade social naquele país, para o estádio Monumental de Lima, na capital peruana, vai ser disputada em 23 de novembro, pela primeira vez em um só jogo.

Roberto Tobar, 41 anos, é árbitro FIFA desde 2011 e, embora ainda não tenha participado em qualquer Mundial, vai repetir a presença na final da Taça Libertadores, depois de na época passada ter dirigido a primeira mão da decisão entre Boca Juniors e River Plate, jogada no La Bombonera, em Buenos Aires.

O juiz chileno apitou ainda a final da última Copa América, disputada entre Brasil e Peru e que os 'canarinhos' venceram por 3-1.

A final vai opor os atuais detentores do título, River Plate, ao conjunto orientado pelo português Jorge Jesus, que tenta erguer o troféu pela segunda vez, depois da vitória, há 38 anos, diante dos chilenos do Cobreloa.