Cancelo e a mudança de Turim para Manchester: "Foi uma das razões para vir..."

Cancelo e a mudança de Turim para Manchester: "Foi uma das razões para vir..."

João Cancelo diz-se feliz em Manchester e não poupa nos elogios a Guardiola.

João Cancelo, lateral do Manchester City, vincou a importância de Pep Guardiola na decisão de trocar a Juventus pelo clube inglês.

"Gosto da forma de jogar dele: foi uma das razões para vir", disse o internacional português. "Gosto de driblar, fazer assistências, gosto de ter um futebol técnico e atraente. A maneira como ele vê o futebol, os laterais jogarem muito por dentro, de costas para a baliza adversária, eu não estava habituado, mas com o treino, sinto que estou melhor", explicou. "Ele especifica muito cada detalhe do jogo e acho que a melhoria da equipa também vem daí. A atenção com que vemos os vídeos, eu sei o que tenho de fazer e acho que os meus colegas também, e isso é meio caminho andado para a vitória", apontou Cancelo.

Ao canal do clube, o defesa recordou a chegada a Inglaterra: "Comecei mal, mas a partir de dezembro melhorei. Meti na cabeça que era isto que queria e estou muito feliz aqui", vincou, admitindo que evoluiu bastante.

"Sinto uma evolução enorme da temporada passada para esta. Abri o meu leque de opções. Tecnicamente, sei que sou um jogador bom, mas também tens de saber as tuas características. Eu não podia jogar por dentro, mas hoje sinto-me confiante para fazer essa posição. Isso vem da forma como a equipa joga, mas também das informações que o Pep me ensina. É preciso muito trabalho, muita atenção da minha parte, e agora sinto que as coisas me estão a correr bem e à equipa também e estou muito feliz por isso", frisou.

"Eu joguei muitas vezes na ala. Na minha formação, no Benfica, joguei em varias posições: médio centro, ala direito, ala esquerdo, defesa direito, defesa esquerdo e sinto que sou um jogador polivalente. Sou lateral direito, é a minha posição preferida, mas tenho características que fazem com que possa ajudar a minha equipa em várias posições do campo. Durante a época há lesões, há colegas que têm problemas e gosto de poder ajudar a equipa em várias posições e não me submeter só a ser um lateral direito clássico", rematou.