Rui Vitória estreia-se com derrota no Spartak: "Não devemos tomar decisões apressadas"

Rui Vitória estreia-se com derrota no Spartak: "Não devemos tomar decisões apressadas"
Redação

O Spartak de Moscovo, adversário do Benfica na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, treinado pelo português Rui Vitória, estreou-se na Liga russa com uma derrota em casa do Rubin Kazan, por 1-0.

Sobre o jogo: "Houve muitas batalhas, batalhas físicas. Depois assumimos o jogo , ficámos mais fortes e podíamos ter marcado alguns golos, mas chegámos ao intervalo com o resultado a zero."

Concentração: "No início da segunda parte, perdemos a concentração, e concedemos um golo. Tivemos poucos erros, mas este foi fatal. Estávamos numa situação de ataque, a equipa confiante em manter o controlo, por isso o contra-ataque dos adversários apanhou-nos desprevenidos."

Reação: Depois criámos novamente oportunidades. No entanto, ao contrário do Rubin, não tivemos sorte. O resultado é sempre importante. Mas agora não devemos tomar decisões apressadas. Temos de analisar tudo e continuar a trabalhar e a construir o nosso jogo. O campeonato começou hoje. Globalmente, mostrámos um futebol bastante bom."

Sobre Rasskazov: "Ele fez um grande jogo. Não gosto de falar individualmente mas, neste caso, quero dar nota do seu bom jogo. Quanto aos nossos pedidos à direção para reforçar o plantel, é um assunto interno do clube."