Arranca a operação Lituânia: as contas de Portugal e os problemas de Fernando Santos

Arranca a operação Lituânia: as contas de Portugal e os problemas de Fernando Santos

Seleção portuguesa já está concentrada a pensar nos últimos dois jogos de apuramento para o Europeu.

Portugal recebe na quinta-feira, no Algarve, a Lituânia, num encontro em que se vai apresentar com algumas baixas e em que pode já fazer a festa do apuramento para a fase final do Euro2020 de futebol. Caso vença os lituanos e, à mesma hora, em Belgrado, a Sérvia não consiga bater o Luxemburgo, a seleção nacional carimba o segundo lugar do grupo B e qualificação para uma competição em que pela primeira vez terá o estatuto de detentora do título.

Mesmo com várias ausências, Portugal é claro favorito a vencer a Lituânia, última classificada do agrupamento, com apenas um ponto, naquele que será o primeiro duelo oficial entre as duas nações em solo luso.

Logo na convocatória, o selecionador Fernando Santos foi obrigado a deixar de fora William Carvalho, Gonçalo Guedes, Rafa e João Félix, os dois primeiros com o estatuto de habituais titulares nesta fase de qualificação, devido a lesão, e mais tarde teve que deixar cair Pepe e Nelson Semedo, pela mesma razão, tendo, na segunda-feira, nova contrariedade com a dispensa de João Mário.

João Cancelo, do Manchester City, acabou por ser chamado, assim como Domingos Duarte, do Granada, que vai pela primeira vez ter uma experiência na seleção principal.

A lesão de Nelson Semedo abre espaço a Ricardo, do Leicester City, no lado direito da defesa, enquanto Ruben Dias e José Fonte deverão voltar a ser a dupla de centrais, com a impossibilidade física de Pepe, cenário que já aconteceu algumas vezes no último ano.

As preocupações de Fernando Santos não ficam por aqui, já que Cristiano Ronaldo demonstrou algumas debilidades físicas ao serviço da Juventus, tendo mesmo sido substituído nos últimos dois jogos da equipa italiana, o que poderá colocar em causa a sua utilização no Algarve.

Mesmo assim, é esperado que o capitão da seleção nacional esteja em condições de, pelo menos, iniciar o encontro com a Lituânia, ficando a dúvida de quem será o seu companheiro de ataque, com André Silva, Gonçalo Paciência, Bruma, Podence, Diogo Jota e o 'herói' Éder, de regresso, a lutarem todos por um lugar no 'onze'.

O meio campo também levanta algumas dúvidas, embora Danilo e Bernardo Silva tenham lugar reservado, deixando Fernando Santos a 'olhar' para João Moutinho, Rúben Neves ou Pizzi, melhor marcador da I Liga, como possíveis titulares.

No primeiro duelo com os lituanos, Portugal foi a Vilnius golear por 5-1, com quatro golos de Cristiano Ronaldo e um de William Carvalho, resultado que acabou por disfarçar as dificuldades que a formação lusa sentiu nessa partida.

Ao intervalo, o jogo estava empatado a uma bola e só um 'frango' do guarda-redes lituano, a meio da segunda parte, acabou por desbloquear uma partida que foi disputada em relvado sintético.

O grupo B é liderado pela Ucrânia (19 pontos, em sete jogos), seguido por Portugal (11, em seis), Sérvia (10, em seis), Luxemburgo (quatro, em seis) e Lituânia (um, em sete).

O Portugal-Lituânia tem início agendado para as 19:45, no Estádio Algarve, e terá arbitragem do francês Ruddy Buquet.